a própria

a própria

segunda-feira, 3 de outubro de 2016

quando o "obrismo" é a marca de um gestor - que já poluía muito antes deste cano - o que se pode esperar liquido e sólido de mais esta? no minimo chorume e muitas e muitas outras "chorumelas"


                                                                           o supra sumo do crime


"Com argumento falho de “drenagem” para águas pluviais, apresentado aos moradores Fernando Júnior (“Zé Pretinho”) e Sarah Brito, pelo secretário de obras Albérico Monteiro, a prefeitura iniciou semana passada mais uma obra ilegal que coloca em risco o Pontal de Baía Formosa, praia conhecida internacionalmente pela qualidade de suas ondas e que alçou à elite mundial o atleta Ítalo Ferreira. A comunidade de surfistas e amigos de Baía Formosa, cidade localizada a 95 km ao Sul da Capital, está se mobilizando contra essa verdadeira AGRESSÃO a um dos cartões-postais mais emblemáticos e mais encantadores de todo o nosso litoral.

No ano passado, a prefeitura foi obrigada a recuar porque a pretensa obra de urbanização do pico foi embargada pelo Idema – com reforço do Ministério Público Federal e Superintendência do Patrimônio da União – por não se enquadrar às normas ambientais. Mas, desde 2010, quando o prefeito e empresário Nivaldo Melo (PSB) assumiu o primeiro mandato público, o Pontal vem sofrendo modificações em sua paisagem natural (como pode ser conferido pelas fotos em anexo), com aterros de rejeitos de construção civil, criando um barranco com objetivo de nivelar por cima, ao nível do seu hotel. Dessa forma, foi possível fazer pavimentação e estacionamentos dos ônibus de turismo, que só servem ao próprio empresário. Diariamente, os veículos tomam conta da área pavimentada, onde não sobra nem um centímetro para caminhadas de transeuntes.

quando se trata de desrespeito ambiental, leia-se crimes ambientais, 
e destruição do patrimônio material e cultural de baia formosa, 
o prefeito nivaldo é um trator.

Nivaldo Melo demonstra que não tem conhecimento a respeito da poluição de praias urbanas como Areia Preta e Ponta Negra (Natal-RN) e outros famosos picos de surf Brasil afora, e em sua própria Recife, de onde ele veio, que agonizam devido à falta de planejamento dos órgãos públicos e empresas privadas. Estamos de luto e em alerta, porque nossa praia está sendo ameaçada de receber todo tipo de sujeira para contaminar e enfeiar o que é belo por natureza. 
 agora como empresário melo é um incansável cavador de oportunidades
para aumentar seu patrimônio; sempre à custa da destruição da natureza

Com suas atitudes de empresário – que destruiu uma imensa duna para fazer o seu hotel, a olhos vistos das autoridades ambientais – e atitudes de gestor – destruindo a praça Eliza Carlota, no centro da cidade, para fazer um empreendimento sem nenhum valor estético ou comercial,  o prefeito demonstra que não tem nenhum senso: lógico, ecológico e estético, e que conduz Baía Formosa ao seu bel-prazer.

Como já foi citado na batalha do ano passado, o Pontal de Baía Formosa deveria ser tratado como “a menina dos olhos de BF”, por sua exuberância, por sua beleza natural, pela qualidade das ondas que moldou o surf do garoto que já é uma lenda, por desbancar o americano campeão 11 vezes, Kelly Slater, nessa primeira etapa do mundial, realizada este mês na Austrália, ficando em nono lugar num grupo de 34 feras do mundo inteiro. Diariamente, treinando no Pontal, temos muitos “Ítalos Ferreiras” sendo conduzidos por essa onda mágica, as direitas mais perfeitas do Nordeste brasileiro. Não vamos deixar que uma “boca de lobo” traga todo tipo de poluição para o nosso pico.Não à destruição do Pontal". 

in tempo: a cara de pau - ou seria de esgoto - desta administração não tem limites. no site oficial de baia formosa o destaque é para a praia do pontal. não me surpreenderia se em breve lá estiver o "chalemar".

* Pontal de Baía Formosa sofre mais um crime ambiental, direto do Natal Notícia  http://jolopes.com.br/

** título e legendas do blog. publicado originalmente no aretipicaba.blogspot.com sucedido por este blog.

Nenhum comentário:

Postar um comentário